www.cmjornal.ptFrancisco J. Gonçalves - 12 out 01:30

Exemplo de convivência

Exemplo de convivência

O que fazia um separatista catalão entre os milhares de manifestantes fiéis a Espanha que desfilaram no domingo passado em Barcelona?


A pergunta foi feita em direto pela rádio Cadena COPE a esse jovem nacionalista.

A resposta é uma lição de tolerância, valor essencial à convivência democrática. Disse que foi à marcha contra a independência da Catalunha porque a mulher se tinha empenhado muito nesse projeto.

Sabendo a felicidade que ela sentiria ao ver a ideia transformada naquela maré de gente, achou que devia partilhar o momento com ela. E disse mais. Disse que em casa a convivência é por vezes difícil, porque nem sempre evitam levar as convicções políticas para a conversa doméstica.

"Mas tudo se resolve, às vezes com mais dificuldade, com um beijinho e um pedido de desculpas", disse.

O conflito em Espanha causado pelo desafio separatista catalão não vai resolver-se com essa facilidade. Não haverá apertos de mão e pedidos de desculpas entre Rajoy e Puigdemont.

Mas era desejável que um e outro soubessem perceber que para uma relação não acabar em divórcio litigioso ou em casamento de fachada é preciso deixar de querer ter razão quando o que importa é encontrar uma solução.
1
1