www.dn.ptdn.pt - 17 set 19:18

Imigrantes - Autarca de Lampedusa queixa-se dos imigrantes

Imigrantes - Autarca de Lampedusa queixa-se dos imigrantes

Autarca da ilha que é porta de entrada para imigrantes diz que Lampedusa vive situação de "abandono"

O novo autarca de Lampedusa, Totò Martello, disse hoje que a ilha tem problemas graves de ordem pública, devido ao comportamento de imigrantes "descontrolados", e pediu o encerramento do centro de identificação local.

O presidente da Câmara de Lampedusa, ilha italiana que se converteu na porta de entrada na Europa para os imigrantes e símbolo de acolhimento, descreveu hoje numa carta a situação de "abandono" em que, disse, vive a ilha.

Segundo o responsável, 180 imigrantes tunisinos em Lampedusa circulam livremente pela ilha e ninguém intervém para comprovar se residem no centro de identificação.

[Muitos embebedam-se nos bares, incomodam as jovens, insultam. Recebo dezenas de turistas com medo, os proprietários dos hotéis e restaurantes sofrem a situação todos os dias e já não se pode mais]

Segundo o autarca a denúncia não tem a ver "com racismo ou intolerância" mas sim com o "respeito pela ordem pública e pelas regras".

Perante a situação o responsável pediu a intervenção do ministro do Administração Interna, Marco Minniti, e o encerramento do centro de identificação da ilha.

As declarações de Martello foram já criticadas pela anterior autarca Giusi Nicolini, que disse que o seu sucessor "quer fazer terrorismo".

Segundo Nicolini, de acordo com as queixas apresentadas nas autoridades policiais apenas houve um roubo numa loja de frutas e verduras.

1
1