eco.pteco.pt - 17 set 10:09

Prova dos 9: Portugal tem a quarta maior dívida do mundo?

Prova dos 9: Portugal tem a quarta maior dívida do mundo?

O ministro das Finanças tentou refrear os ânimos depois da decisão da Standard & Poor's, alertando que Portugal tem a quarta maior dívida do mundo. É verdade que temos uma dívida assim tão alta?

Foi uma surpresa para todos. Na sexta-feira à noite, quando todos estavam à espera que a Standard & Poor’s (S&P), — à semelhança do que tinham feito a Moody’s e a Fitch, — aumentasse o ‘outlook’ da divida portuguesa, — eis que a agência de notação financeira saltou um degrau no protocolo financeiro e melhorou logo o ‘rating’.

Pela primeira vez desde o resgate, o país vê uma das três maiores agências retirar-lhe da categoria de “lixo”, que no caso da S&P perdurava desde janeiro de 2012.

Estas foram as quatro principais razões invocadas pelo analista Marko Mrsnik para melhorar a classificação da dívida portuguesa e retirá-la da categoria de ‘junk’:

  1. Perspetivas reforçadas de crescimento económico;
  2. Redução continuada do défice;
  3. Melhorias no perfil da dívida do Governo;
  4. Perspetiva monetária do BCE, mais favorável para Portugal.

Após a notícia, instalou-se no meio político e económico uma espécie de clima de euforia, com o Governo de António Costa a reclamar para si os méritos do “virar a página do lixo” e Passos Coelho a acusar o primeiro-ministro de “sectarismo e mesquinhez” sem paralelo na história democrática portuguesa ao dizer “nada” sobre o papel do anterior Governo na subida do ‘rating’.

No meio desta guerra pela paternidade da vassoura que varreu o “lixo”, Mário Centeno apareceu para colocar água na fervura, pois numa altura em que se negoceia o Orçamento do Estado para 2018, as boas notícias são aproveitas pelos partidos mais à esquerda que apoiam o Governo para reforçarem o caderno de reivindicações e reversões.

Foi neste contexto que, este sábado, Mário Centeno proferiu a seguinte frase:

A afirmação:

O otimismo tem de ser assertivo e pragmático. Porque a dívida permanece a quarta maior do mundo. Os outros exemplos que estão acima de nós não são exemplos que Portugal queira seguir, e nem pode seguir.”

O ministro das Finanças, em jeito de aviso, afirmou ainda que “temos que ter um enorme pragmatismo na forma como também lidamos com as boas notícias. Se calhar este é um discurso típico de ministro das Finanças, não quero refrear nenhum ânimo dos festejos porque esta é uma notícia absolutamente extraordinária em Portugal”.

O statement de que temos a “quarta maior dívida do mundo” faz parte do discurso de cautela “típico de ministro das Finanças”, ou Portugal realmente está no top 4 dos países mais endividados do mundo?

Os números

A agência Bloomberg divide os países entre “mercados desenvolvidos” e “mercados emergentes”. Na primeira categoria, onde está Portugal, o rácio da dívida sobre o PIB (o indicador mais usado para aferir o grau de endividamento de uma economia) coloca o Japão no topo da tabela, com um rácio de 234,7%, seguido pela Grécia (181,60%), Itália (132,5%) e Portugal (126,2%).

Mas olhando para a lista dos mais endividados no grupo dos “mercados emergentes”, há um país que se junta à lista: o Líbano, com um rácio de 161,5%. Ou seja, segundo a agência de informação norte-americana, Portugal surge como o quinto do mundo no ranking dos mais endividados.

A 30 de junho, o site Business Insider também fazia um ranking dos 23 países mais endividados do mundo [acesso livre]. O Japão também liderava esta tabela (234,7%), a Grécia não deixava fugir o segundo lugar (181,6%), seguindo-se o Líbano (132,5%), a Itália (132,5%) e a Jamaica (130,1%). Nesta classificação da Business Insider, Portugal aparecia atrás do país de Usain Bolt, na sexta posição, com um debt-to-GDP ratio de 126,2%.

Já o site Trading Economics, com base nos dados do final de 2016, elaborou o seguinte ranking:

  1. Japão = 250,4% do PIB
  2. Grécia = 179% do PIB
  3. Líbano = 144% do PIB
  4. Itália = 132,6% do PIB
  5. Cabo Verde = 130,97% do PIB
  6. Portugal = 130,4% do PIB
Prova dos 9

Os rankings variam consoante o timing em que são recolhidos os dados da dívida e do PIB para cada país, e por vezes uns usam o conceito de dívida bruta e outros líquida. Mas o resultado final não oscila muito. Portugal está no top dos países mais endividados do mundo. Os números de Mário Centeno estão corretos.

Fonte: Bloomberg

No entanto, a Standard & Poor’s, no relatório que publicou na sexta-feira, diz que espera uma descida do rácio da dívida liquida sobre o PIB (que não conta com os depósitos) para 117% no final deste ano, um nível que deverá baixar até aos 110% em 2020. A almofada de liquidez, diz a agência de notação, deverá baixar gradualmente do nível de 8% do PIB que se prevê para o final de 2017.

1
1