observador.ptobservador.pt - 17 set 12:29

Assistente de produção da série Narcos encontrado morto no México

Assistente de produção da série Narcos encontrado morto no México

Um assistente de produção da série Narcos foi encontrado morto no México na passada segunda-feira. As circunstâncias da morte continuam por apurar, por falta de testemunhas.

Um assistente de produção da série televisiva Narcos, de 37 anos, foi encontrado morto dentro do carro, com vários ferimentos de bala, numa zona rural do Estado do México. A morte terá ocorrido na segunda-feira, mas só este sábado a Netflix confirmou a morte.

Carlos Muñoz Portal, de 37 anos, era um assistente de produção com vasta experiência em encontrar lugares para a rodagem de grandes produções cinematográficas norte-americanas no México e era isso que estava a fazer. A quarta temporada da série da Netflix Narcos será rodada naquele país.

Embora as notícias avancem já com a hipótese de homicídio, os contornos da morte de Carlos Muñoz Portal continuam por esclarecer, uma vez que a zona onde o corpo foi encontrado é despovoada e não há testemunhas, explicou Claudio Barrera, porta-voz do Procurador-Geral do Estado do México, citado pelo El País. O veículo foi encontrado, batido contra um cacto, numa estrada de terra batida, na comunidade de San Bartolo Actopan, no município de Temascalapa, no nordeste do Estado do México, perto da fronteira com o violento estado de Hidalgo.

“Não sabemos se ele estava em Hidalgo e de lá o seguiram ou se estava no Estado do México e tentou fugir para Hidalgo”, acrescenta o porta-voz do Procurador-Geral do Estado do México.

Um amigo da vítima adiantou que Portal tinha viajado para o Estado do México para tirar fotografias e escolher os locais para a rodagem da quarta temporada de Narcos.

1
1