www.dn.ptdn.pt - 17 set 02:02

Barcelona - Xavi com pinta de Valderrama: um fenómeno das redes sociais

Barcelona - Xavi com pinta de Valderrama: um fenómeno das redes sociais

Xavi Simons, holandês de 14 anos, é um caso de popularidade. Promessa do Barça tem mais de 550 mil seguidores no Instagram e já é disputado pelo mediático empresário Mino Raiola

O nome homenageia Xavi Hernández, a farta cabeleira loura e encaracolada faz lembrar Carlos Valderrama e a popularidade é própria de uma estrela pop adolescente. Xavi Simons, futebolista dos cadetes B (iniciados/sub-15) do Barcelona, é a súmula disso tudo: um miúdo-maravilha com imagem cuidada, traços de craque e mais de 550 mil seguidores na rede social Instagram. Um fenómeno tal que até já desperta o interesse de Mino Raiola, um dos mais proeminentes agentes de jogadores a nível mundial.

"Não há campo onde vá sem que lhe peçam uma fotografia. E não são só meninos, são homens e mulheres com idade para serem pais deles": a descrição, do diário desportivo catalão Sport, resume bem esta nova era, em que um futebolista pode tornar-se um ícone para centenas de milhares de pessoas mesmo sem que a maioria alguma vez o tenha visto jogar. Xavi Simons é um fenómeno das redes sociais. Aos 14 anos, tem mais fãs no Instagram do que nomes consagrados da liga espanhola como Bojan Krkic, Jesús Navas ou Joaquín. E auguram-lhe um futuro proporcional à popularidade - até já dá a cara pela Nike.

É certo que em 2017 é difícil encontrar um (pré-)adolescente que não se mostre atraído pelas redes sociais ou um candidato a futebolista que não se tente promover nos mais variados canais da internet - até Shane Kluivert, filho do antigo avançado holandês Patrick Kluivert e um dos mais jovens reforços do Barça (9 anos), tem conta de Instagram com mais de cem mil seguidores e é igualmente patrocinado pela Nike. Mas são raros os casos como o de Xavi Simons, cuja popularidade se tornou alvo de notícias por todo o mundo. "A sua imagem está muito trabalhada e editada. Tem gente muito profissional a gerir a conta. Isso, somado ao boom do Instagram, explica o fenómeno", descreve Manuel Moreno, jornalista especialista em redes sociais, citado pelo jornal madrileno Marca.

Ainda assim, o teenager já estava debaixo dos holofotes mediáticos mesmo antes da chegada ao Instagram (também tem conta de Twitter e Snapchat). Filho de um antigo avançado que fez carreira em clubes modestos da 1.ª divisão holandesa (Regillio Simons), Xavi nasceu com nome de craque, em homenagem ao criativo que comandou, até 2015, o meio-campo do Barcelona e da Espanha. E, feito médio e capitão na cantera do Barcelona (onde chegou com 7 anos, vindo do CD Thader, de Alicante, onde os pais se haviam fixado), logo começou a ser comparado com o ídolo - e com Valderrama, à conta dos caracóis louros.

O antigo futebolista colombiano e o jovem holandês já se cruzaram numa digressão dos cadetes blaugrana pela América do Sul. Mas, para Simons, o encontro mais marcante aconteceu na academia catalã de La Masía. "Xavi apareceu um dia no gabinete médico quando eu lá estava. Disse--lhe que também me chamava Xavi e ele riu-se. Foi engraçado. É o meu ídolo e vou fazer tudo para seguir os seus passos", diz o jovem do Barcelona. "Um sonho: Camp Nou" é, de resto, uma das publicações mais aplaudidas que fez, nos últimos tempos, no Instagram.

Todavia, o Barcelona tem concorrentes. Chelsea e Manchester United estarão interessados na contratação do adolescente, que é cortejado por Mino Raiola, famoso e polémico agente de estrelas como Ibrahimovic, Pogba, Balotelli ou Donnarumma. "Xavi Simons é um grande futebolista, jovem, com potencial e com muito futuro. Somos bons amigos", disse ao Mundo Deportivo o empresário italiano, que se encontrou na semana passada com o jogador e o pai (que até aqui geria a sua carreira). Neste caso, a amizade vai muito para lá da página de uma rede social.

1
1