eco.pteco.pt - 17 set 12:48

Apifarma quer no SNS modelo das autarquias para pagar dívida

Apifarma quer no SNS modelo das autarquias para pagar dívida

O presidente da Apifarma, João Almeida Lopes, defendeu numa entrevista que deveria existir no SNS um modelo como o das autarquias para poder saldar os 1,3 mil milhões de dívida do sistema a privados.

João Almeida Lopes, presidente da Apifarma, disse numa entrevista ao Jornal de Negócios e Antena 1 que o Sistema Nacional de Saúde (SNS) deveria ter um modelo semelhante ao das autarquias para pagar as dívidas que tem para com os privados.

Concretamente, o líder desta associação do setor farmacêutico defendeu que deveria existir para o SNS um programa semelhante ao Programa de Apoio à Economia Local, vulgo PAEL. E sublinhou: “Se pensar, por exemplo, numa emissão obrigacionista do Estado específica para esta matéria, com um prazo específico, isso permite a solvência imediatamente de todas as dívidas.” Para o presidente, esse programa iria mesmo ao encontro daquilo que Bruxelas “recomenda através da sua diretiva dos pagamentos a tempo e horas”, afirmou.

“A dívida estava nas autarquias — hoje em dia, neste caso, está nas instituições do ministério da Saúde. É dívida relevada, perfeitamente transparente e é perfeitamente rigoroso aquilo que existe”, indicou. Segundo o Negócios, o montante global da dívida do SNS a privados é superior a 1,3 mil milhões de euros.

Por isso, conclui João Almeida Lopes, “poder-se-ia encontrar mecanismos de financiamento a médio prazo que tirassem esse peso de cima das entidades do ministério da Saúde, nomeadamente dos hospitais, passando-as para um mecanismo financeiro, solvendo as dívidas. E, de alguma maneira, como foi com as autarquias, exigindo algum compromisso em termos de futuro para não se criar nova dívida”, explicou.

1
1