observador.ptobservador.pt - 13 ago 23:08

Um “amuleto” chamado Aboubakar

Um “amuleto” chamado Aboubakar

Sempre que o ponta-de-lança camaronês marcou nas deslocações do FC Porto, os portistas trouxeram os três pontos para o Dragão. Em Tondela "molhou a sopa" e voltou a ser "amuleto".

Chegou em 2014/15 vindo do Lorient. Essa primeira época não foi propriamente “famosa”: oito golos. A segunda, ainda com Lopetegui, sim: jogou mais e chegou aos dezoito tentos. Mas o treinador que chegaria no ano seguinte, Nuno, contava mais com André Silva do que com Aboubakar — e o camaronês seguiu por empréstimo para a Turquia e para o Besiktas. Seria goleador-mor no campeão turco e com Conceição retornaria ao Dragão, que o voltaria a ver com a camisola nove vestida.

Aboubakar | 37' | Reveja aqui o 1º golo do FC Porto! #seguejogo na SPORT TV. Adira já na sua box. pic.twitter.com/tixp0OhY4h

— SPORT TV (@SPORTTVPortugal) August 13, 2017

Contra o Estoril ficou em branco. Este domingo à noite, em Tondela, seria dele o golo solitário que deu a vitória aos portistas. E o FC Porto só poderia vencer. É “sina”, pois sempre que Aboubakar marca em jogos fora do Dragão, os portistas voltam a casa com os três pontos no bolso. Foi assim em sete ocasiões: Arouca (outubro de 2014), Rio Ave (dezembro de 2014), Arouca (setembro de 2015), Feirense (dezembro de 2015), Boavista (janeiro de 2016), Estoril (janeiro de 2016) e Benfica (fevereiro de 2016).

Ele, Aboubakar, que não “molhava a sopa” pelos portistas há longos dezasseis meses — a última vez havia sido contra o Nacional. Ele, Aboubakar, que depois do “exílio” turco volta a dar (pela quinta vez) uma vitória ao FC Porto.

Correção:
5.ª vez que ????????Aboubakar "oferece" a vitória ao ????FC Porto:
Rio Ave 0x1
Arouca 1×0
Feirense 0x1
Benfica 1×2
TONDELA 0x1

— playmakerstats (@playmaker_PT) August 13, 2017

1
1