sol.sapo.ptsol.sapo.pt - 13 ago 17:05

Angela Merkel de costas voltadas para a indústria automóvel

Angela Merkel de costas voltadas para a indústria automóvel

O escândalo da manipulação de emissões pela Volkswagen e outras empresas deixou marcas profundas na “confiança dos consumidores”

Com o fim das férias começaram a promessas, os avisos e os ataques. Angela Merkel decidiu relançar a campanha para as eleições com um recado à indústria automóvel. No entender da chanceler alemã, os fabricantes abusaram e perderam a confiança dos consumidores. Para Angela Merkel, o futuro é só um: apoiar as tecnologias limpas. 

“Grande parte da indústria automóvel esbanjou a extraordinária confiança dos consumidores. Quando as pessoas escondem coisas e exploram falhas no sistema de testes de emissões ao ponto de os tornarem irreconhecíveis, isso destrói a confiança”, atira Angela Merkel, relembrando que é necessário que sejam tomadas medidas de forma a defender os 800 mil empregos que há nesta área.

Este ponto defendido pela chanceler alemã surge depois da cimeira do Diesel, onde ficou definido um plano que obriga todas as empresas do setor a reduzir o impacto ambiental das viaturas a gasóleo no país. Para garantir que este objetivo é alcançado estão pensados incentivos à troca de carros por outros mais eficientes. Foi ainda criado um pacote de medidas para evitar a proibição de circulação de viaturas diesel nos centros das grandes cidades.

1
1