www.cmjornal.ptAlfredo Leite - 12 ago 01:30

Paciência de chinês

Paciência de chinês

Conversas secretas da Coreia do Norte com EUA explicarão sensatez de Pequim.
Donald Trump e o seu homólogo norte-coreano andam entretidos num perigoso ‘mind game’ em que um ameaça Pyongyang com "fogo e fúria" e o outro responde à cortesia com a promessa de uma "derrota vergonhosa" dos EUA.

Sendo certo que a notícia de que a América será reduzida a cinzas é manifestamente exagerada, não é menos verdade que a "fúria nunca vista" de Trump é bem capaz de estar mais próxima de um efeito especial de Hollywood.

É que – garante a agência de notícias norte-americana AP - os dois beligerantes verbais mantêm contactos diplomáticos secretos desde há meses.

A existência de conversas envolvendo o diplomata norte-coreano na ONU talvez explique a moderação da China perante a escalada de ameaças entre Donald Trump e Kim Jong-un.

Até porque não é só Seul a não querer um conflito militar – e talvez até nuclear – na península coreana.

Pequim também não pretende instabilidade militar junto às suas fronteiras nem um previsível fluxo de refugiados que uma guerra iria provocar.

E é por isso que vai aguardando com paciência asiática e com jogos de bastidores que Trump resista às provocações de Kim que, tal como no passado, não vai parar de intimidar Washington.
1
1