www.computerworld.com.ptcomputerworld.com.pt - 18 jul 13:39

Grupo Zarrinha e Papéis Vouga muda de ERP

Grupo Zarrinha e Papéis Vouga muda de ERP

A empresa migrou a suas operações, de gestão de negócio, do ERP SAP ECC 6.0 para S4 HANA 1610, num projecto implantado pela ROFF.

O Grupo Zarrinha e Papéis Vouga passou a usar um novo ERP nos seus sistemas de informação, com a entrada em funcionamento do SAP S4 HANA, após tr��s meses de projecto e implantação. A ROFF, parceiro da empresa desde a implementação inicial do software SAP em 2007, liderou a conversão do sistema SAP ECC 6.0 para a nova plataforma.

A migração envolveu uma equipa multidisciplinar composta por dois consultores técnicos e cinco consultores funcionais nas áreas de contabilidade, compras, vendas, logística, produção e capital humano, diz um comunicado. “Com o S4 HANA vamos poder melhorar a nossa solução de orçamentação e implementar o módulo EWM de Gestão de Armazéns, agora incluído no ERP”, observa Renato Ferreira, assessor da administração do grupo.

Nos últimos dois anos, todos as implementações de ERP, de raíz, feitas ROFF foram feitas com base no S4 HANA. O projecto com a Zarrinha e Papéis Vouga dá início ao processo de migração da sua base instalada do parceiro da SAP, acrescenta o comunicado.

Actualmente, avança, a consultora está já a realizar a sua segunda conversão com a nova linha de serviço “GO 2 S4 HANA”, desenvolvida para aquele tipo de iniciativas e tem outros dois projetos em fase avançada de negociação. Para se capacitar para este novo ciclo, a ROFF certificou em Walldorf uma equipa de 12 consultores seniores na metodologia da SAP para estes projectos de conversão.

A ROFF desenvolveu ainda uma oferta de serviços “nearshore” procurando dar respostas mais eficazes a um conjunto alargado de clientes em simultâneo”.

De acordo com Mário Oliveira, COO da ROFF “o serviço “GO 2 S4 HANA” comporta um conjunto de “aceleradores de projecto” e segue a metodologia da SAP “10 STEPS 2 S4”. É assegurado por uma equipa especializada nestes processos de conversão.

A empresa desenvolveu ainda uma oferta de serviços “nearshore” procurando dar respostas mais eficazes a um conjunto alargado de clientes em simultâneo”.

 Por Comunicado de imprensa Tags
1
1