www.publico.ptpublico.pt - 18 jul 13:14

Catalunha passa a ter um separatista convicto a chefiar a polícia

Catalunha passa a ter um separatista convicto a chefiar a polícia

Imprensa espanhola descreve Pere Soler como um advogado com ampla experiência e um independentista entusiástico.

A sua nomeação só será confirmada esta tarde, mas a imprensa espanhola já avançou a notícia ao começo da manhã – Pere Soler, um advogado experiente com forte convicções independentistas, é o novo chefe da polícia da Catalunha.

Soler substitui Albert Batlle que, tal como ele, foi Secretário dos Serviços Prisionais. Batlle, no entanto, está muito longe de ser um acérrimo defensor da independência da Catalunha, algo que o advogado que está prestes a ser nomeado por Carles Puigdemont, presidente do executivo regional, é.

Batlle apresentou na segunda-feira a sua demissão, depois de na passada semana ter sido pressionado pelos partidos independentistas para que clarificasse a sua posição face ao primeiro referendo sobre a independência da Catalunha, agendado para 1 de Outubro.

Segundo o jornal La Vanguardia, Batlle sai por motivos políticos. O antigo chefe da polícia catalã manteve-se sempre distante das lutas pela soberania por entender que as autoridades devem actuar com absoluta neutralidade para garantir o cumprimento da lei.

Sobre Soler não recaem quaisquer suspeitas de neutralidade ideológica. Basta consultar a sua conta na rede social Twitter para perceber que apoia a causa separatista e o referendo que o governo de Mariano Rajoy garante que não vai permitir.

“Votaremos a 1 de Outubro. Não o poderão evitar”, twittou Soler a 4 de Julho, dia em que esteve no Teatro Nacional da Catalunha para assistir à sessão oficial de apresentação da lei do referendo, em que Puigdemont e o vice-presidente do Governo autonómico catalão participaram.

Meses antes, lembra o diário El Mundo, o advogado já demonstrara o seu desejo de ver a catalunha completamente separada do resto da Espanha: “Espero que saiamos já porque os espanhóis dão-me pena”, escreveu a 23 de Outubro de 2016 numa reacção ao facto de o PSOE ter anunciado que se ia abster para viabilizar a presidência de Mariano Rajoy, líder do PP.

Com escritório privado em Terrassa, cidade onde nasceu em 1967 e onde chegou a presidir ao tribunal arbitral, Pere Soler é especializado em assuntos europeus.

1
1