www.jornaldenegocios.ptjornaldenegocios.pt - 18 jul 13:04

Republicanos querem cortar a fundo na despesa para reduzir impostos

Republicanos querem cortar a fundo na despesa para reduzir impostos

O Partido Republicano reclama cortes muito significativos na despesa pública para que possa ser viabilizado o ambicioso pacote fiscal de Donald Trump. O roteiro deverá ser apresentado esta quarta-feira, diz a CNN.

O Partido Republicano prepara-se para apresentar uma proposta que abre caminho a cortes muito substanciais na despesa federal. Ao todo, estarão em causa 200 mil milhões de dólares (173 mil milhões de euros, o equivalente ao PIB português) em programas públicos em curso que, de acordo com a CNN, representam uma reconfiguração dramática no orçamento federal. O objectivo é pagar as também pronunciadas reduções de impostos prometidas por Donald Trump.

Segundo avança a edição online da CNN, as reivindicações preparadas pelos Republicanos representam uma espécie de "lista de desejos" para o orçamento federal de 2018 e acabam por repescar muitas das propostas que o partido já vem apresentando. Entre elas estão por exemplo o fim do Obamacare, o recuo ao nível da regulação financeira e a redução de despesa em programas de protecção social. O plano, ambicioso do ponto de vista orçamental, tem por objectivo permitir pagar a reforma fiscal de Donald Trump.

Embora ainda tenha contornos muito indefinidos, o pacote de medidas apresentado pelo presidente norte-americano precisa de ser neutro do ponto de vista orçamental. É esta aritmética que está a ser burilada, ao mesmo tempo em que os líderes republicanos admitem recorrer a um expediente regulamentar que permite fazer passar a polémica legislação directamente pelo Senado com apenas uma maioria de votos. 

Segundo a CNN, as diferenças entre o secretário de Estado do Tesouro Steve Mnuchin e o porta-voz republicano Paul Ryan ainda não estão ultrapassadas - Mnuchin acha que as descidas de impostos se pagarão a si próprias através da indução de um crescimento virtuoso – e  a proposta de orçamento para 2018 não deverá avançar pormenores quanto à forma de concretização do plano.

Bloomberg

O Partido Republicano prepara-se para apresentar uma proposta que abre caminho a cortes muito substanciais na despesa federal. Ao todo, estarão em causa 200 mil milhões de dólares (173 mil milhões de euros, o equivalente ao PIB português) em programas públicos em curso que, de acordo com a CNN, representam uma reconfiguração dramática no orçamento federal. O objectivo é pagar as também pronunciadas reduções de impostos prometidas por Donald Trump.

Segundo avança a edição online da CNN, as reivindicações preparadas pelos Republicanos representam uma espécie de "lista de desejos" para o orçamento federal de 2018 e acabam por repescar muitas das propostas que o partido já vem apresentando. Entre elas estão por exemplo o fim do Obamacare, o recuo ao nível da regulação financeira e a redução de despesa em programas de protecção social. O plano, ambicioso do ponto de vista orçamental, tem por objectivo permitir pagar a reforma fiscal de Donald Trump.

Embora ainda tenha contornos muito indefinidos, o pacote de medidas apresentado pelo presidente norte-americano precisa de ser neutro do ponto de vista orçamental. É esta aritmética que está a ser burilada, ao mesmo tempo em que os líderes republicanos admitem recorrer a um expediente regulamentar que permite fazer passar a polémica legislação directamente pelo Senado com apenas uma maioria de votos. 

Segundo a CNN, as diferenças entre o secretário de Estado do Tesouro Steve Mnuchin e o porta-voz republicano Paul Ryan ainda não estão ultrapassadas - Mnuchin acha que as descidas de impostos se pagarão a si próprias através da indução de um crescimento virtuoso – e  a proposta de orçamento para 2018 não deverá avançar pormenores quanto à forma de concretização do plano.

1
1