expresso.sapo.ptexpresso.sapo.pt - 18 jul 08:02

Deficiências do SIRESP só deverão ser conhecidas em setembro

Deficiências do SIRESP só deverão ser conhecidas em setembro

O estudo encomendado pelo Ministério da Administração Interna ao Instituto das Telecomunicações que poderá caracterizar e explicar as fragilidades gerais do sistema de comunicações de emergência só deverá estar concluído em finais de setembro

O SIRESP falhou na tragédia de Pedrógão Grande e já fraquejou, mais uma vez, no incêndio de Alijó, que ainda se mantém ativo. Enquanto Portugal entra nos seus meses de maior calor, logo de maior incidência de fogos, não será corrigida qualquer deficiência no Sistema Integrado das Redes de Emergência e Segurança de Portugal. Pelo que apurou o “Jornal de Notícias”, quaisquer que sejam as falhas do SIRESP, estas só deverão ser corrigidas após a fase crítica dos fogos.

O estudo encomendado pelo Ministério da Administração Interna ao Instituto das Telecomunicações que poderá caracterizar e explicar as fragilidades gerais do sistema só deverá estar concluído em finais de setembro, segundo o calendário oficial.

Até lá, o sistema – mesmo com os problemas já detetados – continuará a ser utilizado pela Autoridade Nacional da Proteção Civil.

A primeira parte do estudo encomendado pelo Governo, referente em exclusivo ao que se passou em Pedrógão Grande, deverá ser concluída na primeira semana de agosto, revela ainda o matutino.

1
1