www.publico.ptpublico.pt - 18 jul 13:56

Próximo provedor de Justiça? “São os partidos que têm de resolver este problema”

Próximo provedor de Justiça? “São os partidos que têm de resolver este problema”

Faria Costa diz que o provedor “não tem estados de alma” sobre o processo da sua sucessão.

O actual provedor de Justiça em fim de mandato, José Faria Costa, garantiu, no fim da reunião que teve na manhã desta terça-feira com o presidente da Assembleia da República, que o problema de ainda não haver um nome para lhe suceder no cargo não foi abordado no encontro.

“Não foi de modo algum [abordado na reunião]. Foi uma reunião absolutamente institucional do provedor com o senhor presidente da Assembleia da República relativamente às relações institucionais”, disse, acrescentando que se tratou de dar conhecimento ao presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, “daquilo que se fez e foi feito” na Provedoria de Justiça e que consta de um relatório.

Questionado sobre o que pensa deste impasse, com PS e PSD incapazes de chegar a acordo para eleger o novo provedor, Faria Costa respondeu apenas que “as instituições estão sempre para al��m das pessoas que estão no momento nessas instituições. São os partidos que têm de resolver este problema. Isto é absolutamente normal e mais uma coisa clara: o provedor não tem estados de alma.”

Os partidos ainda não se entenderam sobre o sucessor de Faria Costa – desta vez, caberá ao PSD escolher o nome, mas a proposta precisará sempre de ter o acordo do PS. Como ainda não houve avanços nem consensos sobre quem irá ocupar o lugar de Faria Costa (indicado pelo PS em 2013), esta é mais uma das votações que serão adiadas para Setembro, depois de já ter estado várias vezes marcada, incluindo para esta quarta-feira.

1
1