24.sapo.ptGuilherme Duarte - 16 jul 10:44

Dieta Marcelo para ter um corpo de verão

Dieta Marcelo para ter um corpo de verão

Se há coisa que admiro no Marcelo é o facto de andar nas festas todas, a comer iguarias, e não engordar. Preciso da Dieta Marcelo para ficar com um corpo pronto para o verão.

Já repararam que o Marcelo Rebelo de Sousa, sempre que aparece na televisão, o que acontece quase todos os dias, está a comer? Ele é uma bochecha de porco do Alentejo, um doce conventual de Aveiro, ou a emborcar um licor de maçã em Odivelas? A quantidade de calorias que o presidente ingere por dia em todas as festas e terras que visita deve ser muito acima do seu metabolismo basal. De tudo o que ele tem feito, é isso o que mais admiro nele: comer doces e iguarias, diariamente, e não engordar. Ainda para mais com aquela idade! Cheguei há pouco aos trintas e já sinto a diferença para quando tinha vinte e poucos e dou por mim a ter de fazer escolhas complicadas: ou bebo a ginja e deito o copo de chocolate fora; ou como o copo e despejo a ginja no chão. Se ingerir ambos já sei que vou ficar com mais uns gramas de gordura alojados nos meus pneus laterais e que nunca, mas nunca mais, irão embora.

Normalmente, no mundo da política, vê-se o oposto: um político reforma-se e emagrece, já que os banquetes e jantares à pala dos contribuintes acabam e quando começam a gastar do seu bolso já o sabem gerir melhor os orçamentos. Vejam o caso do Manuel Pinho que quando se sentava na Assembleia estava inchado que nem um boi, aspeto que quis completar com os famosos corninhos que levaram à sua demissão e, depois disso, emagreceu a olhos vistos. O mesmo com o Isaltino Morais: gordo que nem um texugo que rouba a comida dos vizinhos e quando vem da prisão até estava com bom aspeto. Agora, de volta àquele que é o único ofício que sabe fazer na vida, voltou a engordar. Esperemos que desta vez sem branqueamento de calorias. No mesmo prisma, também Sócrates melhorou de silhueta com a saída da política e o encarceramento. Sim, havia ganho o Mais Sexy do Correio da Manhã, mas, recentemente, ganhou o Habeas Corpus Danone.

Voltando ao Marcelo, vamos analisar mais de perto a sua dieta e perceber o que ele faz e se vai ao encontro do que são aceites como as boas práticas entre os nutricionistas:

  • Comer várias vezes ao dia – Aqui, Marcelo cumpre à risca. Come cerca de 74 vezes ao dia, especialmente em dias de visita a terras com menos de 1000 habitantes, que é onde se come melhor. Só entre as 10h e as 12h, Marcelo faz uma espécie de rally tascas onde come 17 pastéis e emborca de pénalti 5 ou 6 cheirinhos de diferentes licores.
  • Mastigar bem – Mais uma vez, Marcelo nunca foi visto a falar de boca cheia, como Cavaco tão bem fazia. Marcelo pode comer um bolo rei, mas mastiga, sem pressas, e só depois fala para a câmara a elogiar o bolo, dizendo que é dos melhores da Europa e que é preciso mais investimento no que é nacional.
  • Não comer hidratos depois das 18h – Impossível. Quantas vezes não se vê o nosso presidente a comer uma massada de peixe diretamente da panela às 22h num arraial de Freixo de Espada à Cinta? Ainda por cima, é sabido que Marcelo dorme pouco e lembro-me dos tempos em que eu fazia diretas e em que comia de duas em duas horas para enganar o sono, enquanto tentava empinar seis meses de matéria de Álgebra Linear em oito horas.

Por aqui se pode ver que ou o nosso presidente é abençoado por uma genética de fazer inveja a qualquer modelo, ou é bulímico, o que explicaria o facto de já lhe ter saído muita porcaria pela boca, ou o segredo está no exercício físico. Agora, não me lixem: ir dar duas braçadas ao mar para fotógrafo ver não queima calorias que cheguem para dar conta desta alimentação de fazer inveja ao Jabba the Hutt. Onde Marcelo queima é no resto do dia:

  • Beijar velhas – 3 séries de 20 repetições – 300 Kcal
  • Dar abraços e apertos de mão vigorosos a padeiros – 3 séries de 10 repetições – 250 Kcal
  • Pegar bebés ao colo – 5 séries de 15 repetições – 200 Kcal (dependendo se são bebés obesos ou não)
  • Tirar selfies – 560 séries de 30 repetições – 2500 Kcal
  • Distribuir afeto – Se uma hora de sexo queima 500 Kcal, as maratonas de esbanjamento de afeto que Marcelo faz queimarão, seguramente, mais.

E reparem que, tal como Cristiano Ronaldo, aos 12 anos, treinava as fintas e os sprints com pesos nos tornozelos, também Marcelo testa os seus limites ao fazer isto tudo sempre com carga para aumentar as calorias perdidas. Desde logo, o facto de andar sempre com dois jornalistas e um operador de câmara às costas para documentarem todos os seus passos. Depois, anda sempre com cerca de 20 kg em livros nos bolsos e creio que viaja de riquexó em que é ele o carregador que traz consigo todo o material para montar palcos de palestras espontâneas. A equipa que os canais de televisão precisam para fazer aqueles programas de música pimba que percorrem Portugal, faz Marcelo sozinho, e só com uma mão, enquanto tira uma selfie com uma velha de Guimarães e descasca um figo de Torres Novas com os pés.

Por isso, já sabem, este verão esqueçam as dietas de Atkins, do tipo sanguíneo, do kefir, da Angelina Jolie (não comer), para ficarem com aquele corpinho de biquíni. A dieta Marcelo é o caminho a seguir: comer tudo que nem um alarve e depois distribuir afeto pelas ruas. Se alguém ficar incomodado com tanto afeto e chamar a polícia, pensem que se forem presos podem conseguir os resultados do Isaltino e o Sócrates.

1
1